✑ Guarda Roupa

De todas as tardes, sempre esperei pelas de sexta
Ler meus autores favoritos
jogos de computador
bebidas e cigarros
Perfeito
Um ser egoísta fazendo tudo o que gosta
depois
Ela surgiu, e as sextas passaram a ser dela
Os olhares, os sorrisos e as carícias também
Pensei em escolhas
minhas
dela
E sei que a cada vez em que ela escolheu ficar
eu escolhi deixar um pedaço do meu com ela
E mesmo seu for
Se ela for
Ainda terei o cheiro
e o gosto dos seus lábios
e de todo prazer
Ainda sim serei dela
E ela minha
Porque almas que encontram uma vez
Permaneceram ligadas até o fim.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo