✑ Entropia

Havia compreendido que o mundo,
o universo físico ruma para a desordem
e que a energia nunca será convertida com
cem por cento de totalidade.
Havia que compreendido também
que mesmo não acreditando em algo
é mais fácil aceitá-lo como uma verdade
eterna e imutável
Quando todos dormiam
Me encontrava acordado
calculando, fazendo conjecturas
chegando em conclusões
chegando em delírios
Cansado…
Meus olhos pesam
e entre um abrir e fechar de olhos
o celular avisa. Chegou um e-mail.
Deve ser notificação dos fóruns de Linux
Ou do Facebook
Pensei...
havia deixado de esperar que Ela
respondesse os e-mails.
É uma lição da vida
Se algo vai acontecer, acontece.
Simples assim!
A entropia de pensamento, me fez duvidar
Seria mesmo?
Minha visão se ajusta e a vida torna
Mais que depressa abri e-mail
Li como se fosse as últimas palavras de minha existência
Meu corpo tremia
Era o frio, minha lógica argumentava.
como se questionasse o sentimento que me tomava
Naquele momento as palavras tomaram-me por completo
E ele fui levado até Ela
Uma conexão, que nem toda razão,
poderia explicar
E eu a toquei
Sua pele
Seus cabelos
Seus lábios
Naquele momento
A felicidade convergia ao infinito
naquele momento
o eterno se fez.
E tudo fez sentido.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo