✑ Enquanto houver...

Enquanto houver
homens que acreditam,
há sempre esperança
para o amor

E mesmo com o
peito perfurado
das porradas da vida,
a vontade de te amar continuará de pé

E mesmo que
seja em vão
como dizem os tolos
Ele brotará como a erva do campo

Pois enquanto houver
homens que acreditam,
Há sempre esperança
para a paz

E mesmo que
morramos,
seremos os pilares
para o novo mundo

E mesmo derrotados...
A verdadeira paz,
não escolhe lado
E todos seremos vencedores

Enquanto houver
homens que acreditam,
haverá sempre esperança
para o futuro

E mesmo que os fatos
não sejam animadores,
teremos sempre a
possibilidade de começar novamente

E mesmo
na desolação, e
no sofrimento
nos ergueremos mais fortes

Porque enquanto houver
Homens, e
que acreditam
Tudo será possível

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo