✑ Desejo

Não sabes o quanto quero da tua
Boca o beijo... teus lábios são assim grossos
E suaves como fosse a luz da lua,
E tens o corpo feito de mil colossos,

Não sabes o quanto te quero Nua
Arrancando de mim todos destroços
Da dor, que só tu sabes em luz crua
Reduzi-los a cadáveres e ossos!

Ah se tu soubesse como desejo
Ter-te inteira branca, e malva, e clara
Como o sol que vem puro todo dia

Teu corpo tem asas onde em um adejo
no êxtase do infinito (onde tu te amara)
Serias anjo-mulher em mim, poesia!



Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo