✑ Vila dos Sentimentos

A Inveja é prima da Ganância,
Que uma vez desejou o Rancor,
E casou-se com Nojo.

Logo, tiveram um filho, a Raiva
Ela cresceu sem limites,
Brincava com o Desprezo e a Inveja.
E a cada dia cresciam mais e mais.

Eles conheceram o Medo, que era seu vizinho,
O Medo era grande, forte, porém timido.
A Raiva alimentou-se mais, e mudou seu nome para Ódio.
O Drespezo não superava e aliou-se a Inveja.

E esses sentimentos eram solitários,
O Medo vivia sozinho e o Ódio também.
Desprezo e Inveja não eram fortes, dignos de pena.
Tantos sentimentos ruins, havia só torpor.

Mudaram-se para ali quatro irmãos: Philos, Ágape, Storge e Eros,Tão unidos que onde passa, cultiva esperança.
E todos os sentimentos que já abrigavam mudaram-se,
Pois onde o amor habita, ocupa todo o espaço.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo