✑ Versos podres

Na falta da inspiração
escrevo sobre qualquer coisa
Daquilo que vejo, sinto e experimento

Na falta da inspiração
Levanto-me e saio sem rumo,
esperando que algo aconteça
Uma pena
Eu é que deveria
fazer esse "algo" acontecer
Não o faço
E agora,
escrevi estes versos podres
Sem rima, vazio e sem inspiração
Somente pra perder meu tempo.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo