✑ Amargura

Não sei o que faço
Queria esquecer-te por hora,
Mas acabo voltando a ti
Maldita!

Até tento,
Ando saindo com amigos
De repente penso
que talvez tenha estado li

Onde estás?
Por quais esquinas
anda se perdendo?
Com quem?

É esse meu tormento
Pensar que seria importante
Que seria o escolhido
Só fui mais um

E se encontrar outros amores,
espero que seus desfechos
sejam piores do que o meu
Isso me conforta

E se te ver na esquina
Mostrarei teu erro,
o escancararei na tua cara
Talvez assim me sinta bem

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo