✑ Pronto, falei!

Pare de querer impor suas vontades
Quem pensas que sou?
Estou farto. Farto de você
e de suas mentiras!


Ouça aqui, tu não é a dona da verdade
No mínimo falas em demasia
Só pra esconder essa tua natureza vilânica
Então, deixe de impropérios.

Todos sabe de suas idas lá na Caiçara?
Me cansei, pegue suas coisas
Porque a partir de hoje,
sou de mim mesmo.


Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo