✑ Perspectiva

Sempre que conversamos
Tu vem dizer:
Não se apegue
Vá com calma
Só não crie expectativas de mais

Foda-se!
Eu vou te ver
E imaginarei todos
Os nossos momentos de amor
Todas as brigas
e por consequência, as reconciliações.
Vou planejar te levar
Nos lugares mais inusitados
Só pra te ver rindo pra caralho
Das roupas das pessoas alí
Sei que vou gostar de momentos como esses do teu lado.
Vou fazer planos
Sobre onde moraremos
Sobre nossos filhos
se eles terão cabos enrolados
como os teus, ou
liso tala como os meus
Vou prever cada reação tua
Acerca dos presentes que te darei
Não vai gostar de todos
Mas é tudo parte deste meu plano sagaz
Pois do teu lado não tem como
Quem em sã consciência,
Que te tendo nos braços
Não veria o futuro?
Ninguém! Pois eles não são loucos!
E muito menos eu.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo