✑ Fantasia

Eu vi estrelas... no céu.
Mas que céu é este que brilha unicamente esta estrela?
O resto é resto perto dela, e perto dela também sou nada.
Esta estrela tem nome, e ainda não sei.
Ahhhhhh...ainda tenho esperança de um dia ser seu REI.


Mas que Rei é esse que governa sozinho? 
Um rei sem uma rainha não é nada, lhe resta apenas a coroa.
A Rainha é o castelo e o ouro.

Nas palavras que me restam, o que define esta estrela? 
Será mesmo o destino, um presente, um caminho?
Depois de muito a observar,
percebi que era apenas uma estrela, um astro,
uma chama gigantesca na escuridão infinita do UNIVERSO.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo