✑ Delírio nº xxx

Ei,
Venha cá
É, tu mesmo!
Respire fundo.

Olhe para eles
Veja como correm
Ouça as gargalhadas
Gente doida!

Parecem não ligar
Esquecem a labuta da vida
Estão Se perdendo
Queria isso para mim...

Senhor,
Senhor!
Seus Remédios
Ah! Obrigado

Falando sozinho novamente?
Não!
Estou falando com ele
Ele quem?

Venha,
Vou tira-lo dessa parede
Vamos ao jardim?
Tudo bem...

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo