✑ Delicadeza

Seus olhos escuros
Sua feição ardilosa
Desperta sentimentos obscuros
Que oprimem de forma impiedosa


Foi uma dádiva te encontrar
Tentando te descrever
Sua delicadeza peculiar
Assemelha-se com o entardecer

Seus lábios suaves
Como o sol ao amanhecer
Realçam sua beleza
Que nunca irá perecer


Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo