✑ Só Amor

O que será que pensa
essa miniatura de vida?
O que será que esconde
essa alma incolorida?

Tão pura e tão simples
tão linda e incrível...
Como pode ser possível
que esse projeto de amor
tenha saído de mim?

A vida é cheia de segredos.
Como pode um ser sem "eira nem beira"
criar e gerar uma vida pequena
perfeita e única?

Fico pasmo ao perceber
que ao escrever
não consigo expressar
sequer um por cento
do que sinto.

Poema escrito um dia após o nascimento
da minha primeira filha.
Dedico-o a ela.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

✎ Autor: Gustavo Valério

Gustavo Valério Técnico em Informática e eletrônica

aficionado por literatura e tecnologia
e aprendiz de poeta nas horas vagas.
Acredita que a poesia é fundamental para todos.

☰ Conheça o autor >>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo