✑ Sem Respostas

Fico me questionando
o porque de não encontrar respostas
para as minhas simples perguntas...

Seria tão bom se eu pudesse
obter uma informação útil
que pudesse me ajudar nas decisões...
Não encontro respostas para as minhas perguntas...

Será por que faço as perguntas erradas?
Ou porque as faço às pessoas erradas?
Não sei.
São outras perguntas das quais não tenho respostas.

Talvez as respostas estejam dentro de mim
em algum lugar que eu não sei...
Preciso me descobrir.

Uma vez um sábio me disse
que para encontrar as respostas certas
é necessário buscá-las em nós...

Pois bem, eu busquei
mas não achei.
Talvez eu não tenha procurado direito.

Mas o fato é que ainda estou sem respostas.
E minha busca eterna por estas respostas
tem me causado um profundo desconforto
a ponto de me esquecer das rimas...

Acho que a partir de hoje
prometo não fazer mais pergunta alguma.
Vou retormar minha busca por mim mesmo.
Será que me encontrarei?
Deixa pra lá, melhor eu começar agora.

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

✎ Autor: Gustavo Valério

Gustavo Valério Técnico em Informática e eletrônica

aficionado por literatura e tecnologia
e aprendiz de poeta nas horas vagas.
Acredita que a poesia é fundamental para todos.

☰ Conheça o autor >>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo