✑ Meu novo velho amor

Não sei o que acontece
quando recebo tua mensagem
o coração acelera
e eu penso bobagem...

Não sei porque retornastes
e confundistes meu coração
será que ainda me queres
ou é apenas minha ilusão?

Não sei, e é nisto que me confundo.
Posso te agarrar e te beijar
num envolvimento profundo?

Ou será que estás a me conquistar
para levar o meu mundo
para outro lugar?

Não sei se és meu velho amor
ou se és o meu novo amor
só sei que és.

E neste não sei, enlouqueço
sem saber se obedeço
esse teu chamado...

Pois os teus olhos me chamam
enquanto nossos corações clamam
por este pecado...

Mas se neste calor um de nós ceder?
O que pode acontecer
se de repente, eu te "pegar"?

Será que corresponderás a esta loucura
ou tua simples doçura
é medo de se entregar?

Só queria um sinal, um gesto ou recadinho
que me permitisse aproximar-me de mansinho
e sequestrar-te para mim

Mas não há sinais nem pistas
e meu amor sem sentido fica
cada dia mais no sem-fim...

Compartilhe esse poema nas redes sociais!

Leia Também:

✎ Autor: Gustavo Valério

Gustavo Valério Técnico em Informática e eletrônica

aficionado por literatura e tecnologia
e aprendiz de poeta nas horas vagas.
Acredita que a poesia é fundamental para todos.

☰ Conheça o autor >>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo